Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

É hoje: Greve Climática Global - 27 de setembro

Mäyjo, 27.09.19

AUTOCOLAASMNUHUI.jpg

 

«Somos vários movimentos, associações, e colectivos que têm estado empenhados na luta existencial pela justiça climática, e tal como ocorreu com as passadas greves climáticas estudantis internacionais de 15 de março e 24 de maio, consideramos essencial que Portugal mantenha uma participação activa neste movimento mundial. Segundo nos informa a melhor Ciência, a viabilidade material de um futuro com estabilidade climática não poderá ser alcançada sem uma modificação fundamental do nosso sistema produtivo, energético, de transportes, alimentação, florestas, entre outros.

Em setembro, vamos organizar uma semana de mobilizações que começa no dia 20, e acaba com uma Greve Climática no dia 27 de Setembro.»

 

 

 

Outras cidades e  locais:

Portugal:    https://salvaroclima.pt/

Internacionalhttps://pt.globalclimatestrike.net/ 

 

 

17 de outubro, Dia Mundial para a Erradicação da Pobreza

Mäyjo, 17.10.17
Vivemos, ainda hoje, num Mundo onde mais de mil milhões de pessoas (uma em cada sete) passam fome e 200 milhões sobrevivem sem emprego.
 
O compromisso mundial assumido em 2000 - de erradicação da Pobreza Extrema em 15 anos através do cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM) - chegou ao fim e, no entanto, apenas alguns objetivos foram atingidos. Há ainda muitas pessoas – uma que fosse, seria demais – a viver abaixo do limiar da pobreza.

No entanto, somos a primeira geração da história da humanidade com os meios para poder acabar com a pobreza e a desigualdade.

No dia 17 de outubro comemora-se o Dia Mundial para a Erradicação da Pobreza. Este é um dia em que não podemos ficar indiferentes, é um dia que representa uma excelente oportunidade para informar e sensibilizar crianças, jovens e adultos para a dura realidade da pobreza extrema e para a necessidade urgente de atuar no sentido da erradicação da mesma.

Fica assim o convite para que, neste dia, organizem-se iniciativas individuais ou em conjunto como: "um minuto de silêncio" e/ou "um cordão humano", e seja lido o "Manifesto contra a Pobreza".

No dia 17 de outubro, poderão ser partilhadas fotos e/ou vídeos das ações realizadas através do Facebook, colocando na legenda as hashtags #pobrezazero #comecaemti. Podem também enviar-nos por email para que sejam publicadas por nós! Esta é uma forma de mostrar o nosso compromisso, em solidariedade com todos aqueles que acreditam num mundo em que a pobreza e a fome podem e têm que acabar.

Porque acreditamos que pequenos gestos e ações podem transformar-se em grandes concretizações, vamos mostrar que não somos indiferentes e exigimos mudança ... Porque somos a primeira geração com os meios para poder acabar com a pobreza e a desigualdade!

Marcha Mundial pela Paz e pela Não-Violência

Mäyjo, 20.05.09

Vejam/explorem em

http://www.theworldmarch.org/index.php?lang=por

projecto/iniciativa da Marcha Mundial pela Paz e pela Não-Violência, iniciar-se-á na Nova Zelândia, no dia 2 de Outubro de 2009, aniversário do nascimento de Gandhi e declarado pelas Nações Unidas como “Dia Internacional da Não-Violência”.

Terminará na Cordilheira dos Andes, em Punta de Vacas, aos pés do Monte Aconcágua em 2 de Janeiro de 2010. Durante esses 90 dias, passará por mais de 90 países e 100 cidades, nos cinco continentes. Cobrirá uma distância de 160.000 km por terra.

Alguns itinerários serão percorridos por mar e por ar. Passará por todos os climas e estações, desde o verão tórrido de zonas tropicais e do deserto, até o inverno siberiano. As etapas mais longas serão a americana e a asiática, ambas de quase um mês. Uma equipa base permanente, de cem pessoas de diversas nacionalidades, fará o percurso completo.


Porquê?!

 

Porque a fome no mundo pode ser resolvida com 10% do que se gasta em armamento. Podemos imaginar como seria, se 30 ou 50% fossem destinados para melhorar a vida das pessoas, em vez de serem aplicados em destruição?